Overview | Blog

4 razões para optar por plataformas de mídia programática

19/04/2022 20:08:56

  • Compatilhe:

Com cada vez mais ofertas no mundo digital, anunciar na internet pode estar ficando caro e os recursos continuam limitados. Por isso, focar no rendimento dos investimentos de publicidade digital pode ser o caminho mais efetivo a se seguir - e as plataformas de mídia programática podem ajudar.


Para as agências, há duas escolhas possíveis: continuar trabalhando com parceiros de mídia de serviço gerenciado, ou seja, toda a responsabilidade do desempenho é do parceiro (assim como os dados, transparência, etc), ou investir em plataformas de tecnologia que proporcionam maior flexibilidade e controle sobre diversos parâmetros das campanhas, como segmentação, alocação, etc.


No segundo caso, a responsabilidade fica por conta da agência, que detém os dados e as ferramentas necessárias para fazer otimizações que julgue necessárias.


Apesar da nítida vantagem de utilizar essas plataformas de mídia programática, ainda há alguns compradores e anunciantes que possuem um certo receio em apostar nesta tecnologia. E um dos motivos para isso é o mito de que as plataformas beneficiam mais os donos dela do que os próprios clientes.


Veja alguns motivos para investir em plataformas de mídia programática sem receio.


1. As agências possuem acesso direto às campanhas


As plataformas digitais fornecem acesso às agências sobre o desempenho da campanha, alocação de orçamento, preços, alcance de público e diversas outras métricas. Assim, a atividade digital entre publishers premium, canais e regiões geográficas pode ser unificado em apenas um local, em que a agência possui acesso direto e controle.


2. A tecnologia pode ser aplicada em diversas mídias


Já há plataformas convergentes que permitem às agências ativarem seus relacionamentos e campanhas exclusivas com a mesma escala ou até maior, podendo chegar às TVs avançadas.


Além disso, é possível também configurar ferramentas de compras com base em audiência e a eficiência que apenas a publicidade digital oferece.


3. Investimento em mídia aplicado em inventário premium ao alcance de qualquer um


Se antes o inventário programático havia ficado com uma fama de que era a “sobra”, barato, de qualquer inferior ou que ninguém queria, hoje não é mais assim.


As plataformas líderes já podem oferecer aos clientes diversas ferramentas para controlar a segurança da marca (brand safety), a visibilidade e até fraude.


Além disso, os publishers também têm destinado inventários premium para serem negociados diretamente em plataformas programáticas.


4. Existem ferramentas sofisticadas para gerenciar as campanhas


As plataformas de mídia programática possuem ferramentas específicas para gerenciar o investimento feito e o desempenho do ecossistema de mídia. Essas análises são fornecidas a todos os clientes.


Assim, é possível que uma agência tenha mais controle em relação às decisões responsáveis por melhorar o desempenho da campanha. 


Em serviços gerenciados, os proprietários de mídia acabam tomando decisões mais subjetivas, com base no rendimento, na margem e na venda - e não apenas no desempenho.


Com o objetivo de aumentar o ROI (Retorno Sobre Investimento) e a flexibilidade entre telas, canais e demais mídias, os publishers e anunciantes percebem a crescente importância de reunir mídia, dados e tecnologia. Por isso, quanto mais formatos de telas ficarem disponíveis ao longo do tempo, maior será o investimento e a atenção dada às plataformas de mídia programática.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com os seus contatos e se inscreva na nossa newsletter para receber mais dicas e novidades!




  • Artigos