Overview | Blog

DMP (Data Management Platform): o que é e por que utilizá-la?

16/12/2021 21:16:14

  • Compatilhe:

Com a tecnologia fazendo cada vez mais parte do nosso dia a dia, milhões de dados são coletados por diversas empresas. Porém, mais do que armazenar essas informações, deve-se saber o que exatamente fazer com elas. Por isso, surgiu a necessidade de uma tecnologia que coletasse, organizasse e ativasse esses dados, que é a DMP (Data Management Platform) ou Plataforma de Gerenciamento de Dados, em português.


As informações coletadas tanto por 1st, 2nd ou 3rd party são muito valiosas para as empresas. Porém, se não forem tratadas e organizadas, elas perdem valor - e é aí que surge a importância de uma DMP.


O que é DMP então?


A DMP é uma plataforma de gerenciamento de dados, ou seja, ela coleta, interpreta e organiza informações digitais de diferentes canais. Assim, mais dados sobre o público de interesse da empresa são computados, aumentando o conhecimento da audiência e podendo oferecer uma experiência mais personalizada.


Com esses dados, é possível otimizar as campanhas de mídia digital, já que, quanto mais informações se tem, melhores resultados serão obtidos. Assim, a conversão poderá aumentar e o custo diminuir, pois você sabe exatamente para quem estará anunciando.


Quais são as fontes de dados que a DMP gerencia?


Anteriormente, falamos que a DMP gerencia dados de diferentes canais, o que a torna uma plataforma rica em informação. Então, é possível que ela gerencie três fontes de dados diferentes, chamados de First Party Data, Second Party Data e Third Party Data:


  • 1st party data: informações do próprio cliente, como site, CRM utilizado, redes sociais, campanhas de e-mail, etc;
  • 2nd party data: mesmos dados anteriores, mas de fontes de parceiros;
  • 3rd party data: dados normalmente comprados de terceiros.


Como funciona uma DMP?


A DMP acontece em três etapas: coleta de dados, organização e acionamento. Na primeira etapa, os dados são coletados de diferentes canais e preenchem o banco de informações da plataforma. Na segunda etapa, é quando a DMP processa a informação, relacionando-as com todos os outros dados já presentes, identificando os vários segmentos de públicos.


Já na terceira etapa, é quando a plataforma utiliza os dados para a mídia programática, acionando-os de diferentes formas para os anunciantes e publishers. Assim, é possível criar segmentações e audiências, identificando quais as melhores formas e canais para falar com esses usuários.


Por que e quais as vantagens de utilizar uma DMP?


Por serem uma plataforma de compra de mídia programática, elas podem ser usadas para criação de segmentos de públicos-alvo e definição de audiências para anúncios on-line. Assim, elas disponibilizam muitos insights que auxiliam na otimização de futuras compras de mídia e desenvolvimento de criativos de anúncios.


Além disso, você poderá criar audiências com foco em conversão para melhorar ainda mais os seus resultados e diminuir os custos. Ainda, melhorará a experiência do usuário com a sua marca, já que serão exibidos apenas anúncios do interesse deles.


Você não ficará preso a apenas uma rede de publicidade, pois conseguirá gerenciar campanhas on-line por diferentes meios. Você também poderá criar novas estratégias digitais em diferentes canais e até para novas segmentações, pois cada grupo de clientes exige uma estratégia única.


A Data Management Platform é uma tecnologia importante para quem faz uso de mídia programática em suas estratégias digitais, já que é a partir dela que se conhece melhor o seu público, amplia o alcance da audiência, gera insights, permite melhores decisões na otimização das estratégias e melhora os resultados. Por isso, saber o que é DMP e implementar no seu negócio digital poderá fazer a diferença em suas campanhas.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com os seus contatos e se inscreva na nossa newsletter para receber mais dicas e novidades!




  • Artigos