Overview | Blog

Mídia Programática: a sua marca em contato com o seu público

15/03/2021 12:34:12

  • Compatilhe:

Você leu o título e deve ter pensado: “Mas como assim? Nos outros tipos de mídia a minha marca já não ficava em contato com o meu público?”. Ficava sim, e até de forma eficiente, mas um pouco mais pulverizada e com custos que agora podem ser melhor aproveitados com os benefícios da mídia programática.


Isso porque a mídia programática acontece de forma diferente dos processos até então tradicionais. Nessa modalidade, a compra da mídia é feita em tempo real, o que permite anúncios mais segmentados para o perfil do consumidor de acordo com o seu momento na jornada de compra.


Para facilitar a compreensão, vamos dividir as transações de compra de mídia em dois tempos, tratando como antes a forma como eram feitas até o estabelecimento da mídia programática e como atual a forma como a mídia programática possibilita uma maior inteligência nos investimentos e, consequentemente, resultados mais precisos e com maiores taxas de conversão.


Antes da mídia programática:


Até pouco tempo atrás a compra de mídia online era um processo totalmente manual e trabalhoso, consumindo grande parte do tempo que poderia ser dedicado à traçar estratégias com base nos resultados. Podemos dizer que o trabalho operacional da mídia ocupava um espaço significativo, o que dificultava análises e ajustes de forma rápida para otimizar o resultado dos anúncios.


Para anunciar na internet era preciso negociar individualmente com cada site onde o anúncio seria exibido, o que colocava mais uma barreira para alcançar o fator agilidade, que é tão importante nos dias atuais, com tantas informações mudando de forma tão rápida a todo momento. Em outras palavras, era mais difícil acompanhar a velocidade do mundo moderno.


Atualmente:



A mídia é comprada de forma automatizada, por meio de plataformas tecnológicas, que usam a inteligência artificial para alcançar os melhores resultados para as campanhas. E embora o primeiro atrativo dessa forma de comprar mídia fosse o custo, logo foi possível perceber que os resultados dessa inteligência artificial possibilitam maior segmentação da campanha, mais eficiência e, consequentemente, maior qualidade de entrega.


A forma de pagamento na mídia programática não é mais o preço fechado para determinadas faixas e horários, mas é semelhante a um leilão, onde se compra o perfil do público através das plataformas online. A partir daí, um dashboard permite controlar as informações necessárias para a performance da campanha. E pronto! Simples como fazer um lance em um leilão para garantir o melhor produto por um preço que vale para que ele seja seu e não de outro interessado, ou seja, da sua concorrência.


Tudo isso de forma rápida, sem perder tempo com negociações com intermediários, e com o poder de escolha ao seu alcance, tanto no início da campanha quanto no decorrer dela, onde é possível analisar a performance e ajustá-la para alcançar resultados ainda melhores, do começo ao fim.


A mídia programática não veio para abalar as relações humanas e as transações comerciais. Pelo contrário, ela exige uma grande capacidade de análise e conhecimento de produtos e hábitos de consumo.


Por isso a importância de ter uma empresa especializada para te sugerir as melhores soluções, visando os melhores resultados, tendo uma alta performance que impacte o público certo, com a mensagem correta, no momento ideal e pelo canal mais assertivo.


É dessa forma que a inteligência de dados está revolucionando a maneira como as marcas se apresentam para seus consumidores de forma a despertar o desejo de compra.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com os seus contatos e se inscreva na nossa newsletter para receber mais dicas e novidades!







  • Artigos