Overview | Blog

Mídia programática e inteligência artificial: a parceria que dá certo

02/05/2022 18:15:51

  • Compatilhe:

Em um mundo em que a publicidade on-line está cada vez mais disputada, toda e qualquer automatização é muito bem-vinda. Neste sentido, a mídia programática ganha cada vez mais força, com sua compra e venda de publicidade digital facilitada.


A mídia programática possibilita que as negociações dos leilões sejam feitas em tempo real, fazendo com que as campanhas realmente tenham o foco na performance e assim aumentem as vendas.


Para que essa automação seja feita de forma certeira, um dos principais componentes é a Inteligência Artificial (IA), que pode vir a partir de tecnologias como machine learning ou deep learning. Com o grande volume de dados que é coletado, é humanamente impossível gerenciar em escala toda essa informação das negociações, que transformaram o cenário da indústria da publicidade on-line.


Outro motivo para o uso da IA na mídia programática é poder liberar a força humana para atividades mais estratégicas, de planejamento e de criatividade, que as máquinas são incapazes de elaborar.


Porém, as vantagens da IA vão muito além do gerenciamento de dados e economia de tempo do profissional de marketing. Veja outras vantagens.


Vantagens da IA na mídia programática


  • Potencializa a tomada de decisões


Por meio do desenvolvimento de algoritmos de IA, é possível oferecer melhores resultados para marcas e agências de publicidade. Além disso, em função de uma interpretação mais eficiente de dados de custo, segmentação e perfil de público, é possível que os algoritmos capacitem anunciantes a melhorar a performance de suas campanhas de uma maneira que, sem a IA, não seria possível.


Em outro sentido, o deep learning, que é um subcampo da IA e simula os padrões de tomada de decisão do cérebro humano, potencializa de forma significativa o poder de análise e interpretação dos dados das campanhas. 


Assim, esses algoritmos inteligentes estão sempre aprendendo novos padrões e funções de forma autônoma, podendo modificar suas ações em função de algumas experiências “aprendidas”.


  • Maior emoção na hora das compras


Aquela vontade incontrolável de comprar não é apenas uma falta de controle, mas pode encontrar uma explicação no cérebro: a decisão do consumidor acontece nas áreas primárias do cérebro, que é o mesmo que dizer que somos naturalmente estimulados a reagir ao apelo visual e emocional dos anúncios.


Neste sentido, se a IA for aplicada a técnicas de pesquisa visual, poderá causar um grande impacto na indústria da publicidade digital, pois aprenderá como funcionam as emoções humanas.


Por isso, muitas empresas já estão pensando em remodelar os seus sites para utilizar a interpretação inteligível das imagens, usando IA para potencializar a dinâmica de personalização dos banners, aprimorando o processo de convencimento e sedução dos consumidores, o que poderá aumentar os indicadores de conversão e vendas.


  • Predição 4.0


Utilizando-se de cálculos preditivos, os algoritmos são capazes de conhecer o usuário a fundo, puxando todo o histórico de suas atividades e interesses, avaliando como ele interagiu, o contexto do impacto, o conteúdo visitado, os itens pesquisados e/ou comprados, entre outros fatores. 


Assim, a IA utiliza todos esses dados para entender o potencial de compra de um  cliente em uma determinada etapa da jornada. Assim, é possível impactá-lo no momento certo com a publicidade certa, para aumentar ainda mais o indicador de conversão.


Um dos maiores desafios de implementar IA pelas empresas é justamente mapear todas essas variáveis para criar os padrões necessários para que seja possível gerar os melhores resultados de acordo com a estratégia empresarial.


Pelo uso da tecnologia e da IA, a mídia programática tem sido levada a outro nível, pois é capaz de fazer compra e venda de publicidade on-line de forma mais assertiva e automatizada. Assim, investir neste tipo de serviço pode ser o diferencial em muitas empresas.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe-o com os seus contatos e se inscreva na nossa newsletter para receber mais dicas e novidades!




  • Artigos